31.5 C
Amambai
domingo, 23 de junho de 2024

Amambai: Campanha de Vacinação Antirrábica nas áreas urbana e rural do município já tem data marcada

- Publicidade -

A Prefeitura de Amambai, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e da Vigilância em Saúde, realiza entre os meses de setembro e outubro, a Campanha de Vacinação Antirrábica 2023 na área urbana e rural do município.

A meta é imunizar os cães e gatos que possuem acima dos três meses idade, protegendo o maior número de animais possível contra a raiva, mantendo assim o controle da doença, com vacinações gratuitas contra a doença fatal.

Na área urbana, a imunização será realizada no dia 16 de setembro, sábado, das 7h30 às 17h, nos seguintes pontos: Escolas Municipais Polo João Rodrigues, Flávio Augusto Coelho Derzi, Julio Manvailer, Maria Bataglin Machado, Antônio Pinto da Silva e Marlene Vilarinho de Albuquerque e nas estaduais Dr. Fernando Corrêa da Costa – que neste ano será no Cemitério Municipal Santo Antônio – Vespasiano Martins e Coronel Felipe de Brum.

Já na área rural, as vacinações serão realizadas em diferentes datas para as comunidades indígenas e aos assentamentos do município. Na Aldeia Amambai e Limão Verde, a imunização acontece no dia 21 de setembro, das 7h30 às 17h.

A população da Aldeia Amambai deverá procurar a Escola Panduí, o Posto Sertão ou o Posto 1 e na Aldeia Limão Verde, os pontos serão: Escola Municipal Tupã’I Ñandeva e Escola Brilho do Sol.

Nos assentamentos, o horário segue o mesmo, mas as datas serão diferentes. As imunizações acontecem no Magno Malta de Oliveira no dia 5 de outubro, no Sebastião Rosa da Paz e Guanabara no dia 19 de outubro e no Querência no dia 26 de outubro. Também no dia 26 haverá imunização na Aldeia Jaguari.

A raiva é uma doença infecciosa viral aguda, que acomete mamíferos, inclusive o homem, cães, gatos e morcegos. É caracterizada por ser uma encefalite progressiva e aguda, sendo letal em aproximadamente 100% dos casos, causada pelo vírus do gênero Lyssavirus, da família Rabhdoviridae. Pode ser transmitida ao homem pela saliva de animais infectados, principalmente por meio da mordida, mas também pelo arranhão ou lambida.

Fonte: Bruna Corrêa/SECOM

Leia também

- Publicidade -
- Publicidade -